ADVOGADO OU ADVOGADA: VOCÊ PLANEJA MAIS DO QUE AGE?

decisionss-1080x675

Advogados estão no topo quando se fala em capacidade de abstração. Estudos estatísticos feitos nos EUA comprovam que 82% dos advogados e advogadas têm um raciocínio abstrato muito eficiente, enquanto apenas 50% da população em geral alcançam esse patamar.

Isso é o que nos torna aptos para entender questões complexas, mas temos que ficar atentos ao que, em inglês, se chama “paralysis by analysis”. De tanto esquadrinharmos as possibilidades, e o fazermos com sucesso, esquecemos de entrar em ação.

Em suma: advogados têm mais facilidade para planejar do que para entrar em ação.

Você se reconhece neste grupo?

O quanto das suas decisões de entrar em campo construindo um melhor relacionamento com seus clientes atuais e potenciais permanece apenas como uma “carta de intenções”? Que pequena iniciativa você pode tomar hoje para materializar o seu plano de ação que hoje mora na gaveta? Você pode ler mil textos sobre marketing jurídico – e há mais de 600 mil links no Google sobre isso.

Você pode ler livros e artigos (bons e ruins), ir a conferências e a seminários, enfim, ter acesso a todo o tipo de informação. Mas, se você não perceber internamente, individualmente, por que vale a pena sair da zona de conforto (“conforto” mesmo que os resultados muitas vezes não estejam tão bons assim) você vai ficar exatamente onde está, com os resultados e os clientes que tem hoje. Isso é satisfatório ou você topa construir uma realidade diferente?

Comece por pensar no que você quer conquistar para sua carreira e para seu escritório. É fama? Dinheiro? Reputação? Qualidade de vida? Toda a motivação vale a pena. Afinal, só você saberá, a qualquer tempo, por que vale a pena investir  tempo, dinheiro e energia para adquirir uma competência adicional: a de atrair, reter e satisfazer MAIS E MELHORES CLIENTES. Se não for para lhe fazer realizar o sonho de ter uma carreira mais próspera ou um escritório mais rentável, talvez o esforço não valha a pena. Mas, se você tem, sim, o sonho de alcançar novos patamares de rentabilidade e realização, o marketing jurídico pode ser para você.

« Voltar